O que é:


Como configurar as regras de emissão da NFs. 


O que fazer:



  • Na parte de “Configurações de serviços” você pode: criar, editar ou excluir regras.
  • Descrição da regra: Uma breve descrição da regra para facilitar a identificação na hora da emissão.
  • Cod Servico Municipal / CNAE / LC166: Já explicados na parte inicial do documento. 
  • Serviço Municipal unificado: É comum ocorrerem erros na hora da emissão devido aos código de CNAE, lC116 ou municipais estarem formatados de forma errada. Cada prefeitura aceita as numerações de forma diferente, e em alguns casos a configuração inicial acaba se tornando trabalhosa devido às diversas tentativas para acertar a formatação correta.
  • Por isso algumas prefeituras disponibilizaram uma lista de serviços unificados. Caso você encontre o serviço do emissor nessa lista você pode utilizá-lo ao invés de preencher as informações de Cod Servico Municipal / CNAE / LC166.
  • Observação na nota: A maioria das prefeituras possui um campo para observações na nota, esse campo é onde você costuma encontrar textos de leis tributárias ou observações de validade contábil. Você pode montar a observação padrão daquela regra utilizando as tags disponíveis.
  • Reter ISS na fonte: Termo explicativo, caso deseje reter o ISS na fonte marque essa opção como SIM.
  • Mín. p/ Retenção Tribut.: Valor mínimo da nota para retenção de tributos (PIS, COFINS, CSLL), ou seja, caso você queira reter tributos apenas quando o valor da nota seja maior que R$ 800,00, basta informar 800 no campo. Caso não possua retenção desses tributos basta deixar em branco.
  • Mín. p/ Retenção IR.: Mesmo conceito do campo anterior, porém ao invés dos tributos PIS, COFINS, CSLL esse campo é utilizado para retenção de Imposto de Renda. Caso não possua retenção, deixe em branco.
  • ISS / IR / PIS / COFINS / CSLL (%): Alíquota de cada tributo em porcentagem. Caso não realize a retenção de algum desses, basta deixar o campo em branco.